O que é PNL?

 

Afinal, o que é Programação Neurolinguistica ou PNL e como isso pode me ajudar?
Muitos associam a Programação Neurolinguistica à leitura de linguagem corporal, outros à influência e persuasão e alguns chegam a chamar de auto-ajuda. Pode-se dizer que a PNL nada mais é que uma ferramenta de excelência. A PNL estuda como o cérebro e a mente funcionam, como criamos nossos pensamentos, sentimentos, estados emocionais e comportamentos e como podemos direcionar e otimizar esse processo. Em outras palavras, ela estuda como o ser humano funciona e como ele pode escolher maneira que quer funcionar para atingir seus objetivos.
É o estudo da estrutura da experiência subjetiva. Ela estuda os padrões (“programação”) criados pela interação entre o cérebro (“neuro”), a linguagem (“lingüística”) e o corpo.

 

A PNL estuda como representamos a realidade em nossas mentes – O MAPA NÃO É O TERRITÓRIO – e de como podemos perceber, descobrir e alterar esta representação para atingirmos os resultados desejados.
Vamos desmembrar o nome e entender um pouco melhor:

 

Programação:
O termo “Programação” vem da computação e diz respeito à instalação de um plano ou estratégia, de um programa em nosso sistema neurológico. Isto significa que nós condicionamos nosso cérebro, nós o programamos para obter um resultado específico.
A habilidade de descobrir e utilizar programas que nós executamos (nossa comunicação conosco e com os outros) em nosso sistema neurológico para alcançar nossos resultados desejados e específicos. Nós temos como padrão, repetir comportamentos em determinadas situações e tudo isso de forma inconsciente. Por isso aquela máxima de repetir os mesmos erros, fazer as mesmas coisas. O cérebro vai sempre escolher o caminho mais curto, o que ele já conhece. A boa notícia é que com a PNL, conseguimos identificar isso e criar mais opções, mais escolhas!

 
Neuro: O sistema nervoso (a mente), através do qual nossas experiências são processadas por sentidos:

• Visual
• Auditivo
• Cinestésico
• Olfativo/Gustativo
Cada experiência é representada para cada um de determinada maneira. Mas o que não muda é que usamos representações internas com os sentidos. Para mim, o canal auditivo é mais importante e me afeta mais, enquanto que para outra pessoa o canal visual tem uma parcela mais importante da experiência.

 

Linguistica: Linguagem e outros sistemas de comunicação não verbal, através do qual nossas representações cerebrais são codificadas, ordenadas e RECEBEM SIGNIFICADOS. Inclui:

• Figuras
• Sons
• Sentimentos
• Sabores
• Aromas
• Palavras (diálogo interno)

 

O termo “Lingüística” diz respeito à linguagem verbal e não verbal, através das quais as informações recebidas são codificadas, organizadas e recebem significado. Inclui imagens, sons/palavras, sensações/sentimentos, sabores e odores. Simplificando muito, poderíamos dizer que é o que nos permite “traduzir” as informações recebidas.

 

Programação: mecanismos ou esquemas inconscientes, rotinas instaladas;
Neuro: fisiologia, emoção, sensação, 5 sentidos, representações internas;
Linguística: estrutura linguística, pensamentos, crenças, valores;

 

“PNL é o estudo de como representamos a realidade em nossas mentes e de como podemos perceber, descobrir e alterar esta representação para atingirmos resultados desejados”.
Getúlio Barnasque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *